Ana Paula Cabral ,

terça-feira, 30 de março de 2010


0
- saudade ?

- eu sou suspeita de falar desse sentimento, pois é o sentimento que me segue, constantemente.. e
u considero a saudade um sentimento bom, pois ninguém sente saudade de uma coisa ruim, de alguma pessoa desagradável, de um fato mal ocorrido. As minhas saudades são somente das coisas boas, dos bons momentos, das pessoas maravilhosas, dos atos, ditos e ouvidos inesquecíveis.
Não é um toque, não é um arrepio, não é uma musica, não é uma companhia.
Mais sentir saudades, é como se fosse um toque a cada momento acompanhado de um arrepios, com lembranças ao tocar de uma musica, é uma companhia constante em cada miléssimo de um segundo.. é um sentimento doce, que amarga.. é uma boa dor, é um ardor refrescante.. é um sentimento imortal !
.. a saudade é o sentimento que eu espero sentir muito, e desejo sempre desperta-la em alguém.

0
- temos que desfrutar a vida ao máximo.. levar assim numa boa, tudo com graça e jeitinho, andar olhando pra frente, de cabeça erguida, ultrapassando obstáculos e procurando não se estressar à toa.. levar a vida sempre sorrindo, despertando alegrias, viver o hoje como se o amanhã não fosse existir.. conhecendo pessoas novas, iluminando corações e deixar sempre uma palavra de alegria no ar *-* AMO MEU JEITO DE VIVER !

0
- meus amiiiigos são todos assiim..

.. metade loucura, outra metade santidade.Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Louco que senta e espera a chegada da lua cheia. Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Pena, não tenho nem de mim mesmo, e risada, só ofereço ao acaso. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos, nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto, e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril."

2


- bom gente, as vezes a gente ta se sentido só, um lixo.. sem nada pra fazer, melhor dizer ¬¬
e optamos por fazer coisas, as vezes interessantes, as vezes bobas.. as vezes, sei la.. neem eu meeesma me enteendo ! SOKAOSKAOKSOAKSOAKOSKAOKSOAK ;/
mããããns.. tudo bem.. pra mim o interessante é que eu criei esse blog aqui não com a intenção das pessoas me seguirem, essas coisas do tipo.. mas sim, pra eu me seguiir ! :D
contar coiisas do dia-a-dia.. meus micos, confusões, etc etc.. e se alguéém gostar.. claaro, eu vou amar ! =)
e é isso ai, beijos beijos & abraços =*